Central de Atendimento:
  • (31) 3079.3478
  • (31) 3079.3479
  • (31) 3079.3480
  • (31) 3079.3481
2ª a 6ª de 7h as 19h Sábado de 8h as 13h15
  • A
  • A
  • A-
  • A
  • A+

Burnout entra na lista de doenças da OMS - Psiquiatra da Amagis Saúde fala sobre saúde mental

28 de Maio de 2019 às 18h00

A Organização Mundial de Saúde (OMS) incluiu pela primeira vez o esgotamento profissional, conhecido como “síndrome de burnout”, na Classificação Internacional de Doenças. A lista, elaborada pela OMS, é baseada nas conclusões de especialistas de todo o mundo e utilizada para estabelecer tendências e estatísticas de saúde. A classificação estabelece uma linguagem comum que facilita o intercâmbio de informações entre os profissionais da área da saúde ao redor do planeta. 

O burnout é caracterizado como uma síndrome ocupacional, ou seja, é quando você se vê exaurido por conta de situações vividas no ambiente profissional – excesso de cobranças, competitividade, acúmulo de responsabilidades. Policiais, professores, jornalistas, médicos, enfermeiros e magistrados estão entre as profissões mais afetadas pela pane física e mental. Estudos apontam que as mulheres estão mais propensas a serem acometidas pelo burnout. 

O diagnóstico é feito por especialistas como psiquiatra ou psicólogo e o tratamento envolve psicoterapia e, em determinados casos, o uso de medicamentos (antidepressivos e/ou ansiolíticos). 

Em artigo e em vídeo publicados no site da Amagis Saúde, o médico psiquiatra Octávio Saliba, integrante do Programa Amor à Vida, explica a síndrome de burnout e destaca a importância do cuidado com a saúde mental.

Leia aqui o artigo do psiquiatra Octávio Saliba.

Assista aqui ao vídeo sobre estresse e saúde mental.